Cotidiano Executivo

Ele é entretido a fazer mil coisas ao mesmo tempo e sem não há o que fazer, para ele existe sim, mil possibilidades. Acordar tarde é as oito, acordar cedo é as seis, de segunda a segunda. Eu me pergunto o que vi nele.

No início era aquela seriedade enrustida em seu terno perfeito, era seu cabelo demonstrando uma certa idade, quase quarenta. Gostei.

Eu ficava a reparar em seu perfil, achava feio aquele nariz reto apontando pra baixo, com aquele lábio de boneca ‘baby’, e dizia a mim mesma não ser capaz de querer nada com ele a não ser uma amizade do tipo ‘vamos tomar um wisky e contar nossos problemas no trabalho’. Assim aconteceu, até que ele me convidou para ir ao cinema, eu curiosa, quis saber como um executivo se comporta no cinema. Ele como pipoca e coca-cola? Ele é capaz de uma gargalhada alta? Sorri. Vou ao cinema com ele.

De lá pra cá já não durmo mais sozinha, ele me faz companhia durante as noites, cansada depois de um dia exausto de trabalho. Ele tem algumas manias bobas: fuma um cigarro antes do banho, antes do jantar e depois também, entre outras mais interessantes. Wisky só no seu bar preferido ouvindo rock’n’roll. Pois é, conheci um executivo roqueiro metido a intelectual, que sabe piadas ótimas. Ele é mesmo tudo isso, assim. E sabe que estou gostando?

Anúncios