Preciso virar o disco

Quando digo que esse blog não acabou meus amigos não acreditam, então voltei pra provar. (me senti “Alien, o retorno” agora). E acreditem se quiser, eu tinha mais de 50 comentários para aprovar, pois, depois de um e-mail que recebi, tive de ativar a opção de aprovação de comentários. Mais trabalho pra mim, que pouco trabalho tenho. Céus!

Como sempre, eu digo que estou sem assunto, mas vocês, queridos leitores, sabem que no fundo eu tenho muito assunto. Porque é natural da humanidade ter assuntos e mais natural ainda fingir que não tem. Porque muitas vezes dá uma preguça de explicar, uma vontade absurda de viver a vida sem explicar nada. Vocês já sentiram isso? Eu sinto sempre que alguém me pede explicações. “Você vai fazer isso? Está louca?” ou “Porque você fez isso?” Ah, como cansa!

Essa semana aconteceu uma coisa estranha comigo no trabalho. Pela primeira vez eu pude sentir o que é o stress no auge da sua proliferação. De repente, do nada, enquanto eu tentava me concentrar para cumprir os prazos comecei a chorar, senti calafrios e uma vontade louca de sair correndo do escritório, mas me contive. Um dia paro de me conter e vocês vão ver só! haha Vamos rir para não chorar mais.

E sabe que eu acho? Que aquela garotinha que sonhava em ser atriz de novela tinha total razão. Mas resolveu seguir o conselho de todos e virou executiva. Pra quê? Pra merda nenhuma.

Um bom fim de domingo a todos. E acreditem que eu sempre volto. Sempre.

Anúncios

Um comentário sobre “Preciso virar o disco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s