Lost e eu

Eu adoro Lost desde o ano passado, quando meu ex-namorado me apresentou a série. Fiquei um pouco relutante, pois, uma vez, tentei assistir alguns capítulos na TV, mas não me empolguei muito – afinal peguei o bonde andando…

Porém, como algumas amigas também estavam insistindo, resolvi dar uma nova chance ao seriado. E foi a melhor coisa que fiz! Virei fã alucinada e estou saltitando porque neste mês começará a 5ª Temporada! Isso está sendo mais emocionante que esperar os fogos no Reveillon!

Meu personagem preferido é o Sayd, apesar do passado pesado, apesar dele ter feito tanto mal a tanta gente, ele preserva um senso de cooperação muito legal e também é muito intuitivo, capaz de reconhecer o caráter de alguém rapidamente. O Sayd é como aquele amigo que você pode contar em todas as horas!

Já o Saywer, ah, o Saywer… além de gatíssimo é engraçado. Tem combinação mais perfeita? Mas é claro que ele tem um grave defeito: o cara é o maior 71 da história! Ele passou a vida dando golpes em mocinhas indefesas. Mas, ah… mesmo com tanta canalhice eu gosto dele! Ele é como aquelas pessoas que fingem manter uma certa distância das pessoas, uma certa arrogância, mas no fundo é apenas medo de sofrer.

O Jack é o médico bonitão que toda mulher gostaria de fazer uma consulta. porém o cara tá pirando o cabeção de tantas coisas sem explicação que acontecem em sua vida. Uma ex-pacata vida.

Bem, e tem a Kate. Sempre tem a mocinha bonita que todos os caras admiram, não é? Pois é. Eu gosto da Kate também. Porque ela não é mulherzinha, faz tudo que um homem faz, porém com a graça e delicadeza de uma mulher de verdade. Ela não sabe se gosta do Saywer ou do médico sem sal. Eu no lugar dela também não saberia….

E tem também a chata da Juliet. Uma mulher sem vida, sem desejos, que perdeu o sentido e a graça de estar viva. Um olhar distante que deve guardar algum segredo, mas mesmo assim é tão sem graça e óbvia. Não gosto dela!

E não posso deixar de comentar do Desmond, que tem a história de amor mais legal que já vi. E também considero o episódio The Constant, o qual ele se destaca muito, como o melhor episódio até agora.

Enfim, tem muito mais personagens interessantes, destaquei aqui aqueles que mais me chamam a atenção. Quem ainda não assistiu vale a pena assistir. Em resumo, eu diria que Lost é uma história de pessoas comuns, mas que por motivos fortes fizeram coisas erradas no passado e na ilha elas têm a chance de mudar para melhor.

Ah, não vou informar aqui sobre a viagem no tempo, física quântica e tudo mais. Assistam, gente. Assistam! Garanto que vocês não vão se arrepender!

Uma amiga e eu costumamos dizer que dependendo dos seus personagens preferidos de Lost é possível saber um pouco mais sobre você. Meu ex-namorado, por exemplo, adorava a Juliet e detestava a Kate. Terminei com ele.

Anúncios

10 comentários sobre “Lost e eu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s