O poder de uma canção

Essas pessoas que não apreciam música devem ser objetos de estudos profundo. Digo música no geral, todos os tipo, sem pré-conceitos. Porque música é para transformar em todos os sentidos: tem aquelas canções que te deixam tristes, outras trazem alegria, outra lembra a infância, outra uma história de amor, outra lembra sacanagens… Enfim, música é música por mais que cada um tenha o seu gosto pessoal. Eu particularmente gosto de rock, blues, jazz, MPB e eletrônica. Mas já fui no Carnaval de Salvador e curti as músicas do Chiclete com Banana, sem medo de ser feliz! E como disse um amigo meu, eu sucumbi à essas canções! rs Mas era o momento, o som, a batida dos batuques realmente contagiam, só quem pôs os pés lá no Circuito do Carnaval Baiano sabe do que estou falando. O negócio é porreta! (como dizem por lá!)

Enfim, resolvi escrever aqui hoje só pra dizer que ontem uma música me tirou da tristeza que eu estava sentindo, de repente, como se um anjo tivesse soprado as primeiras notas ao meu ouvido, cantei “Eu não estou disposto a esquecer seu rosto de vez, e acho que é tão normal. Dizem que sou louca por eu ter um gosto assim, gostar de quem não gosta de mim. Jogue suas mãos para o céu e agradeça se acaso tiver alguém que você gostaria que estivesse sempre com você”

E, acreditem, essa música me deu uma paz, apesar da letrinha triste, me fez um bem danado! Me peguei rindo, recordando as coisas da vida!

Ah, a vida é linda, é bela demais pra ficar deprê!

Pronto, passou! Renovei-me!

Mas meu coração está tão cansadinho que por enquanto só quero saber do meu trabalho, de escrever por aqui, dos meus amigos. E só!

Às vezes é bom dar um tempo pro coração. Eu só admito entrar em outra relação se eu estiver completamente bem. Não quero ficar com ninguém por carência.

E que tudo seja eterno enquanto dure. Até a dor!

Anúncios

5 comentários sobre “O poder de uma canção

  1. Também concordo que há músicas para tudo. Há até aquelas que a gente não consegue ouvir nem por um decreto. De qualquer forma, aproveitar a vida é sempre bom. Até em momentos em que nosso ouvidos são atingidos por essas granadas é bom sorrir e… deixar-se levar, né? Fazer o quê?

  2. bom… tô passando por isso.
    mas, preciso passar pelo período de luto. chorar horrores, pra me recuperar.
    e passa. loguinho! ainda bem.

    beijos.

    ah… ñ teve nome pro “filme.” era mais um conto. ehehehe

  3. Boa experiência… Lia

    A música é o antídoto. É a droga necessária na medida certa e indivual para que cada ser possa, pelo menos às vezes se encontrar consigo mesmo. As vezes também serve pra nos levar pra longe, o mais longe possível… sendo assim percebo, que ela é um fator de equilibrio essencial… impossível viver sem música… mas cuidado! Nem tudo que toca é música.

    Paz Sempre

    Fernando Ferreira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s